Diclofin 5.0

Uso Veterinário

Fórmula:

 

Indicações:

DICLOFIN 5.0 é um potente anti-inflamatório, não narcótico, não esteróide (que promove inibição da cicloxigenase e lipoxigenase), com potente atividade analgésica e antipirética, indicado para Bovinos e Suínos. É recomendado para todos os casos de inflamação, dor e febre. Indicado no tratamento de cólicas, processos dolorosos causados por cirurgias, feridas, distocias, claudicação por pododermatite ou desordens muscúlo-esqueléticas, Síndrome Metrite-Mastite-Agalaxia (MMA) e diarreia dos recém-nascidos.

Indicações Secundárias:

Como terapia de suporte no tratamento de processos infecciosos, acompanhados de inflamação, dor e febre, como mastites, metrites, pneumonias e diarreias. Nesses casos deve ser garantida a adequada terapia antimicrobiana até a cura completa do quadro. Também é indicado como tratamento sintomático nas reações a picadas de animais peçonhentos.

Modo de uso e dosagem:

DICLOFIN 5.0 deve ser administrado pelas vias intramuscular, intravenosa ou subcutânea, em bovinos e suínos, na dosagem de 1 mg/kg, ou seja, 1 mL para cada 50 Kg de peso vivo, de acordo com a tabela abaixo:

O produto deve ser administrado a cada 24 horas, durante 3 a 5 dias consecutivos. O intervalo pode ser alterado conforme a gravidade do quadro, a critério do Médico Veterinário.

Observação: volumes maiores que 10 mL deverão ser fracionados em dois ou mais pontos de aplicação. Toda vez que for instituído um tratamento prolongado, deve-se fazer um monitoramento rigoroso do paciente quanto ao aparecimento de reações adversas, observando-se, por exemplo, o estado geral, o aspecto das fezes e parâmetros sanguíneos do animal tratado.

Espécie indicada:

Bovinos e suínos.

Apresentação:

Frasco âmbar com 50 mL ou 100 mL.

Vantagens:

• Potente anti-inflamatório não esteroidal (AINE);

• Produto com excelente ação analgésica e antipirética (febre);

• Eficaz na resolução dos edemas e problemas articulares;

• Não abortivo;

• Não causa imunossupressão.

 

Importante: para maiores informações, vide bula.

Lembre-se: consulte sempre o Médico Veterinário.