O Cuidado com Bovinos

Dr. Rodrigo Garcia Motta, M.V., Analista Técnico

Noxon Saúde Animal

O Brasil é o país com maior rebanho comercial de bovinos do mundo (GOMES, 2012) e tem o agronegócio como uma das principais atividades econômicas que equilibram a balança comercial brasileira (COSTA et al., 2016).

As parasitoses dos bovinos determinam um significativo entrave para a pecuária nacional, causando redução na produtividade, aumento no número de mortes, especialmente em animais jovens, aumento dos custos de produção, além de gastos com as tentativas de controle e tratamento (DOMINGUES, 2011).

No Brasil, as perdas anuais decorrentes das enfermidades parasitárias foram estimadas por Grisi et al. (2014) considerando os efeitos negativos do parasitismo sobre a produtividade dos animais em relação às perdas de rendimento em produção e ganho de peso, incluindo os seguintes parasitos: nematoides gastrointestinais (vermes internos) – US$ 7,11 bilhões; Rhipicephalus (Boophilus) microplus (carrapatos) US$ 3,24 bilhões; Haematobia irritans (mosca dos chifres) – US$ 2,56 bilhões; Dermatobia hominis (bernes) – US$ 0,38 bilhões, Cochliomyia hominivorax (miíases) – US$ 0,34 bilhões e Stomoxys calcitrans US$ 0,34 bilhões, totalizando cerca de US$ 13,96 bilhões.

Nesse cenário, visando contribuir com a pecuária nacional, a Noxon Saúde Animal traz uma combinação perfeita para reduzir os prejuízos decorrentes das principais parasitoses que acometem os bovinos: Supremo 3.5% e An@bolic.

Supremo é a única ivermectina injetável a 3,5% indicada para bovinos com veículo especial RVW que proporciona maior intervalo entre os tratamentos, de fácil aplicação e com ação rápida e prolongada. O produto é seguro e pode ser administrado em animais jovens. Trata-se de um endectocida de amplo espectro indicado para o tratamento e controle das parasitoses causadas por nematódeos gastrointestinais, carrapatos e bernes em bovinos, conforme especificações a seguir: Nematódeos gastrintestinais: Haemonchus placei; Trichostrongylus axei; Cooperia punctata; Oesophagostomum radiatum; Trichuris discolor. Carrapatos: Rhipicephalus (Boophilus) microplus e Bernes: larvas de Dermatobia hominis.

O Brasil é o país com maior rebanho comercial de bovinos do mundo (GOMES, 2012) e tem o agronegócio como uma das principais atividades econômicas que equilibram a balança comercial brasileira (COSTA et al., 2016).

As parasitoses dos bovinos determinam um significativo entrave para a pecuária nacional, causando redução na produtividade, aumento no número de mortes, especialmente em animais jovens, aumento dos custos de produção, além de gastos com as tentativas de controle e tratamento (DOMINGUES, 2011).

No Brasil, as perdas anuais decorrentes das enfermidades parasitárias foram estimadas por Grisi et al. (2014) considerando os efeitos negativos do parasitismo sobre a produtividade dos animais em relação às perdas de rendimento em produção e ganho de peso, incluindo os seguintes parasitos: nematoides gastrointestinais (vermes internos) – US$ 7,11 bilhões; Rhipicephalus (Boophilus) microplus (carrapatos) US$ 3,24 bilhões; Haematobia irritans (mosca dos chifres) – US$ 2,56 bilhões; Dermatobia hominis (bernes) – US$ 0,38 bilhões, Cochliomyia hominivorax (miíases) – US$ 0,34 bilhões e Stomoxys calcitrans US$ 0,34 bilhões, totalizando cerca de US$ 13,96 bilhões.

Nesse cenário, visando contribuir com a pecuária nacional, a Noxon Saúde Animal traz uma combinação perfeita para reduzir os prejuízos decorrentes das principais parasitoses que acometem os bovinos: Supremo 3.5% e An@bolic.

Supremo é a única ivermectina injetável a 3,5% indicada para bovinos com veículo especial RVW que proporciona maior intervalo entre os tratamentos, de fácil aplicação e com ação rápida e prolongada. O produto é seguro e pode ser administrado em animais jovens. Trata-se de um endectocida de amplo espectro indicado para o tratamento e controle das parasitoses causadas por nematódeos gastrointestinais, carrapatos e bernes em bovinos, conforme especificações a seguir: Nematódeos gastrintestinais: Haemonchus placei; Trichostrongylus axei; Cooperia punctata; Oesophagostomum radiatum; Trichuris discolor. Carrapatos: Rhipicephalus (Boophilus) microplus e Bernes: larvas de Dermatobia hominis. Já o An@bolic é um suplemento injetável, estimulante das funções orgânicas (metabolismo e conversão alimentar) por promover maior vitalidade e equilíbrio fisiológico dos animais, além de ser reconstituinte e revigorante na recuperação de carências de aminoácidos essenciais, vitaminas A, D, E, do Complexo B dos minerais presentes na formulação e em situações de estresse. Também é um importante auxiliar no tratamento de enfermidades hepáticas e neurológicas, doenças infecciosas e parasitárias. Possui alta concentração de Selênio orgânico que, associado à formulação, atribui ao produto ação preventiva nos casos de miopatias e distrofia muscular. Ainda é recomendado na prevenção e no tratamento de enfermidades relacionadas com a pele, trato digestivo e reprodução de bovinos.

Já o An@bolic é um suplemento injetável, estimulante das funções orgânicas (metabolismo e conversão alimentar) por promover maior vitalidade e equilíbrio fisiológico dos animais, além de ser reconstituinte e revigorante na recuperação de carências de aminoácidos essenciais, vitaminas A, D, E, do Complexo B dos minerais presentes na formulação e em situações de estresse. Também é um importante auxiliar no tratamento de enfermidades hepáticas e neurológicas, doenças infecciosas e parasitárias. Possui alta concentração de Selênio orgânico que, associado à formulação, atribui ao produto ação preventiva nos casos de miopatias e distrofia muscular. Ainda é recomendado na prevenção e no tratamento de enfermidades relacionadas com a pele, trato digestivo e reprodução de bovinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *